quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Pôe sias!














Se soubesses como estou proximo dessa cidade
como ela se encontra em mim hj.
Se soubesses que me deito com ela
que o amor se cumpre em seu estado pleno
que esse sotaque não me é estranho
E o porque e o sim estão do meu lado
chega perto, e sai de perto
Foi e será
Meu novo amor, que coisa estranha, que coincidência
Que destino os Deuses me postaram
não vi, nunca vi, nunca verei
senti, sinto e sentirei
Mas vi, vi no mais fundo "eu"
e sei que agora conheço
e não estou mais longínquo desse planeta São Paulo..